web site hit counter O Cardeal - Ebooks PDF Online
Hot Best Seller

O Cardeal

Availability: Ready to download

A pacata cidade de Cambridge estremece, ao ser confrontada com os pormenores monstruosos do crime. Mas tudo piora quando uma criança desaparece a caminho da escola. O menino é encontrado numa mata, nu e estrangulado. Adam Immanuel, um escritor inglês, é visto a fugir do bosque. E todos, exceto uma jornalista e um professor universitário, acreditam que é culpado. Simultanea A pacata cidade de Cambridge estremece, ao ser confrontada com os pormenores monstruosos do crime. Mas tudo piora quando uma criança desaparece a caminho da escola. O menino é encontrado numa mata, nu e estrangulado. Adam Immanuel, um escritor inglês, é visto a fugir do bosque. E todos, exceto uma jornalista e um professor universitário, acreditam que é culpado. Simultaneamente, um cardeal chega à Cidade do Vaticano num ambiente de grande polémica. O novo Papa foi assassinado, o mundo prepara-se para mais um conclave e um delator continua a publicar informações comprometedoras sobre a Santa Sé. Todavia, será que o religioso recém-chegado veio para ficar? Porque esconde a associação a um assassino profissional? Será ele capaz de resistir à aproximação de uma bela, mas nada inocente, mulher? Após A Morte do Papa, Nuno Nepomuceno regressa finalmente e apresenta-nos O Cardeal. Passado entre Cambridge e a Cidade do Vaticano, inspirado em crimes reais, este thriller envolve-nos numa espiral psicológica perturbadora, que só Nuno sabe criar. Um livro arrebatador e de leitura compulsiva.


Compare

A pacata cidade de Cambridge estremece, ao ser confrontada com os pormenores monstruosos do crime. Mas tudo piora quando uma criança desaparece a caminho da escola. O menino é encontrado numa mata, nu e estrangulado. Adam Immanuel, um escritor inglês, é visto a fugir do bosque. E todos, exceto uma jornalista e um professor universitário, acreditam que é culpado. Simultanea A pacata cidade de Cambridge estremece, ao ser confrontada com os pormenores monstruosos do crime. Mas tudo piora quando uma criança desaparece a caminho da escola. O menino é encontrado numa mata, nu e estrangulado. Adam Immanuel, um escritor inglês, é visto a fugir do bosque. E todos, exceto uma jornalista e um professor universitário, acreditam que é culpado. Simultaneamente, um cardeal chega à Cidade do Vaticano num ambiente de grande polémica. O novo Papa foi assassinado, o mundo prepara-se para mais um conclave e um delator continua a publicar informações comprometedoras sobre a Santa Sé. Todavia, será que o religioso recém-chegado veio para ficar? Porque esconde a associação a um assassino profissional? Será ele capaz de resistir à aproximação de uma bela, mas nada inocente, mulher? Após A Morte do Papa, Nuno Nepomuceno regressa finalmente e apresenta-nos O Cardeal. Passado entre Cambridge e a Cidade do Vaticano, inspirado em crimes reais, este thriller envolve-nos numa espiral psicológica perturbadora, que só Nuno sabe criar. Um livro arrebatador e de leitura compulsiva.

30 review for O Cardeal

  1. 5 out of 5

    Jéssica | Chuvadeletras__

    Ler um livro do autor Nuno Nepomuceno é sempre uma experiência incrível. Tal como aconteceu com os livros anteriores, as minhas expectativas não podiam estar mais elevadas e O Cardeal surpreendeu-me imenso! Adoro a forma como o autor escreve e transmite toda a história. Aconteceu tudo de forma tão fluida e natural, que só queria ler mais e mais, isto também porque foram aparecendo diversos momentos de tensão ao longo da história que me fizeram querer sempre continuar a ler. Ao longo de todo o Ler um livro do autor Nuno Nepomuceno é sempre uma experiência incrível. Tal como aconteceu com os livros anteriores, as minhas expectativas não podiam estar mais elevadas e O Cardeal surpreendeu-me imenso! Adoro a forma como o autor escreve e transmite toda a história. Aconteceu tudo de forma tão fluida e natural, que só queria ler mais e mais, isto também porque foram aparecendo diversos momentos de tensão ao longo da história que me fizeram querer sempre continuar a ler. Ao longo de todo o livro, está presente um foco muito o grande em relação à religião católica, no entanto considero que a abordagem que lhe foi feita foi muito inteligente e bem conseguida, pois em momento algum me senti aborrecida ou com falta de interesse, muito pelo contrário. Ainda que se perceba que a religião paira em grande parte da história, é estratégica a forma como toda essa informação é transmitida. As personagens, tal como acontece desde o primeiro volume da série, são fantásticas. Cada vez gosto mais de Afonso, de Diana e do Imã. Afonso continua mergulhado em segredos que vão sendo revelados a pouco e pouco, mas sinto que ainda há muito por descobrir - e ainda bem! - e a relação dos dois conquista-me mais um bocadinho a cada livro. É surreal perceber que gosto destas personagens como se efetivamente elas existissem para além dos livros. O bom de ter lido todos os livros da série é que tenho uma perceção muito maior da história de todas as personagens que aparecem mais do que uma vez. Há muitos pormenores que talvez me passassem despercebidos se ainda não tivesse lido os volumes anteriores, mas nesse sentido gabo a capacidade do autor por em todos os livros contextualizar o leitor relativamente aos conhecimentos mais importantes que estão para trás. Ainda sobre as personagens, um aspeto que admiro é o facto de ser dada a importância adequada a cada uma delas. Não ficamos a saber mais nem menos do que aquilo que devíamos, ficamos a saber precisamente o ideal sobre cada uma. O enredo foi muito, muito bem construído. O primeiro capítulo deixou-me logo rendida à história, e a partir daí tudo foi progredindo por caminhos que nem sempre foram os esperados. Tal como já costuma acontecer quando leio algo do autor, a dado momento dou por mim a ler algo que provoca uma mudança enorme à história, e esta imprevisibilidade que carateriza o livro dá-lhe uma veracidade ainda maior. Confesso que este final me deu um gosto especial a ler porque a dada altura suspeitei de quem era o assassino dos dois crimes que vamos acompanhando ao longo de todo o livro. Mais do que o fator surpresa, considero que ter conseguido juntar as pistas subtis que foram surgindo e no final ter a confirmação foi algo que me deu um gozo enorme, porque, acho eu, não era assim tão óbvio. Um outro pormenor muito importante neste livro, tal como nos restantes da série, diz respeito a serem apresentados muitos acontecimentos baseados em factos reais que são de alguma forma camuflados e adaptados. Por último, saliento os simbolismos presentes em todo a história, há muita informação escondida por entre eles. Já não é surpresa para ninguém que sou uma fã assumida dos livros do autor Nuno Nepomuceno e que se tornou no meu autor nacional preferido. Também não é novidade que fui conquistada, principalmente, pelos dois primeiros volumes da série. Na minha opinião, este quinto livro surpreendeu tanto quanto os primeiros e apresenta uma qualidade enorme. A minha pergunta agora é: quando chega o próximo? Resta-me aconselhar a leitura não só deste livro mas de toda a série - para não perderem pormenores importantes nem lerem spoilers do que está para trás -, porque efetivamente é uma leitura que vale muito a pena! Leiam, não se vão arrepender! Agradeço imenso à cultura editora pela cedência do exemplar.

  2. 4 out of 5

    Isa Bel | Manta de Histórias

    Que livro! https://mantadehistorias.blogspot.com... Que livro! https://mantadehistorias.blogspot.com...

  3. 5 out of 5

    Daniela

    5 Estrelas! Que livro INCRÍVEL! Foi o primeiro do ano e possivelmente estará na lista dos melhores do ano! Que bomba de livro! Opinião: Nuno Nepomuceno é um autor que só conheci o ano passado e o que eu li eu simplesmente adorei. Como tal, estava com altas expetativas para este novo livro do autor que tinha tudo para ser excelente, as expetativas já estavam altas, mas o Nuno conseguiu "ir mais além" e trazer um livro extraordinário que ainda conseguiu superar as minhas expetativas. Eu já sabia que 5 Estrelas! Que livro INCRÍVEL! Foi o primeiro do ano e possivelmente estará na lista dos melhores do ano! Que bomba de livro! Opinião: Nuno Nepomuceno é um autor que só conheci o ano passado e o que eu li eu simplesmente adorei. Como tal, estava com altas expetativas para este novo livro do autor que tinha tudo para ser excelente, as expetativas já estavam altas, mas o Nuno conseguiu "ir mais além" e trazer um livro extraordinário que ainda conseguiu superar as minhas expetativas. Eu já sabia que o autor era bom, mas este livro é a prova do excelente trabalho do autor e o quanto ele é incrível. Acreditem, este livro está sensacional, eu já esperava algo muito bom, mas conseguiu ser algo surreal que ficamos completamente presos do início ao fim. A premissa inicial do livro apresenta-nos duas situações distintas que vão influência todo o livro. Em Cambridge uma criança é encontrada morta e pensam que o culpado é Adam Immanuel, um escritor famoso. Por outro lado, na Cidade do Vaticano, o novo Papa foi assassinado, agora é necessário um novo conclave, mas alguém continua a espalhar informações comprometedoras sobre os homens do Vaticano. O professor universitário, Afonso Catalão, acaba de receber uma proposta bastante interessante para voltar a Cambridge, aqui Afonso terá que lidar com alguns assuntos do passado, mas também entra numa investigação para perceber o que anda a acontecer naquele local. Só por si, o livro já promete imenso, mas o melhor é quanto mais vão descobrindo desta história mais intrigante tudo vai ficando e queres tentar juntar as peças e logo aparece mais alguma coisa que vai confundir. Eu cheguei a um ponto que já imaginava tudo, mas admito, nunca pensei naquele final. Normalmente num livro deste género eu consigo logo adivinhar, ou pelo menos desconfiar, o final, mas neste livro foi impossível. É tanto pormenor que leva a diferentes caminhos que só quando tudo é ligado é que compreendes que realmente faz sentido. Relativamente as personagens, neste livro vemos um lado do Afonso mais sensível. Aqui acontece algo que o vai abalar imenso, mas a família dele ajudá-lo a ultrapassar tudo. Também todas as cenas familiares foram bem desenvolvidas e gostei imenso, estas partes deram um ar mais leve ao livro que era preciso de vez em quando, dando assim um equilíbrio perfeito. O Afonso continua a mostrar a sua grande inteligência e a Diana é bastante perspicaz, juntos são uma dupla imparável. Os personagens secundários, destaco o Alex, ele é um escritor que esconde alguns segredos e gostei da sua história. O que ele passa não é incomum e achei interessante ser retratado desta maneira. A escrita do autor é impecável e a forma como ele consegue misturar os acontecimentos anteriores com os do presente faz com que a história fique ainda mais interessante. O autor dá-nos muita informação, mas a forma como ele a transmite não torna cansativo, pelo contrário, conseguimos reter tudo de uma forma bastante tranquila e só queremos descobrir cada vez mais. Eu fiquei completamente rendida a este autor e só quero ler mais dele. Achei bastante inteligente a forma como o autor trouxe os temas tratados e como no final tudo se interligou, tudo tinha um motivo e quando percebemos tudo ficamos chocados. Outro aspeto é que eu recomendo que leiam a série por ordem, este é o quinto, mas se por alguma razão quiserem ler já este, digo que podem, mas aviso já que vão ter alguns spoilers sobre a vida do personagem principal, por isso leiam por ordem, mas acreditem vale imenso a pena! Sem dúvida que foi uma leitura incrível, foi a primeira de 2021 e estou bastante feliz por ter tido a oportunidade de ler este livro em primeira mão, ainda não estou em mim do quanto adorei esta história e agora só resta esperar pelo próximo que já estou ansiosa. Opinião publicada no blogue Doce Sonhadora https://ddocesonhadora.blogspot.com/

  4. 4 out of 5

    Maria João (A Biblioteca da João)

    8 de 10* Opinião: https://abibliotecadajoao.blogspot.co... 8 de 10* Opinião: https://abibliotecadajoao.blogspot.co...

  5. 5 out of 5

    Susana Frazão

    A minha estreia com o autor e não poderia ter sido melhor... adorei! Que livro formidável e que história! Fiquei completamente rendida ao enredo e achei um livro bastante rápido, muito bem conseguido, uma escrita bem elaborada com uma linguagem e personagens cativantes. Gostei bastante e pretendo ler mais livros do autor seguramente ☺️

  6. 5 out of 5

    Carla Magina

    Quinto livro da série Afonso Catalão, mais uma vez o Nuno a surpreender pela positiva. Apesar de não ter suplantado o A última ceia, que é o meu favorito, trouxe de volta a Sofia, uma das protagonistas desse livro. Gostei muito de conhecer o Cardeal, o fim ficou completamente em aberto o que me deixa ansiosamente a espera do próximo.

  7. 4 out of 5

    Rita

    Incrível. Surpreendente. O Cardeal foi sem dúvida merecedor da minha companhia. Obrigado Nuno Nepomuceno! Venha o próximo! Incrível. Surpreendente. O Cardeal foi sem dúvida merecedor da minha companhia. Obrigado Nuno Nepomuceno! Venha o próximo!

  8. 4 out of 5

    Tita

    Já li todos os livros do Nuno e fiz sempre grandes leituras, pelo que tinha as expectativas muito elevadas e, mais uma vez, o livro agarrou-me log de início e foi uma história intensa e cheia de reviravoltas. O Cardeal é já o quinto livro da série Afonso Catalão mas que poderá ser lido de forma independente, apesar de eu ser da opinião que farão uma leitura mais completa se lerem a série por ordem ou, pelo menos, lerem primeiro A Morte do Papa. Já que neste novo livro, voltamos a reencontrar pers Já li todos os livros do Nuno e fiz sempre grandes leituras, pelo que tinha as expectativas muito elevadas e, mais uma vez, o livro agarrou-me log de início e foi uma história intensa e cheia de reviravoltas. O Cardeal é já o quinto livro da série Afonso Catalão mas que poderá ser lido de forma independente, apesar de eu ser da opinião que farão uma leitura mais completa se lerem a série por ordem ou, pelo menos, lerem primeiro A Morte do Papa. Já que neste novo livro, voltamos a reencontrar personagens que conhecemos no livro anterior, como é o caso do escritor Adam Immanuel e o Cardeal, mas também o regresso de Sofia, que conhecemos em A Última Ceia. Entramos numa narrativa intensa, com dois arcos de acção, o assassinato do papa, no Vaticano, e dois crimes, em Cambridge, uma criança de seis anos e a tia de Adam Immanuel. Surpreendentemente, em Cambridge, a polícia acaba por deter o próprio escritor.  Não me canso de referir que a escrita do Nuno é excelente, e as histórias são sempre fantásticas, com muita qualidade e que está ao nível de autores estrangeiros conceituados. E, se dúvidaa houvesse ainda sobre a qualidade dos livros do Nuno, O Cardeal vem reforçar ainda mais a minha opinião. Adorei todas as referências e o modo brilhante que o Nuno usou para se referir aos livros anteriores da série! Fantástico mesmo! E eu já devia estar à espera mas, uma vez mais, o Nuno conseguiu enganar-me e surpreender-me com todas as revelações e reviravoltas da história! E aquele final? Incrível! Agora é lidar com a ansiedade de querer ler mais, e saber mais sobre o Cardeal e o próprio Leonardo eheheh Opinião em vídeo aqui

  9. 5 out of 5

    Ana

    Não quero desvendar nada sobre este livro. Tudo o que possa escrever vai estragar a experiência de leitura de mais um volume da série Catalão. A sinopse já diz o essencial para prender o leitor. Com a certeza de uma vez mais, estarmos perante a escrita irrepreensível do Nuno Nepomuceno. O enredo é vertiginoso e adorei o protagonismo da Diana (que já vem da Morte do Papa).

  10. 5 out of 5

    Maria

    Opinião no blogue: https://marcadordelivros.blogspot.com... Opinião no blogue: https://marcadordelivros.blogspot.com...

  11. 4 out of 5

    Cristina | Books, less beer & a baby Gaspar

    Opinião em Opinião | "O Cardeal" Nuno Nepomuceno | #lerosnossos https://youtu.be/MOWasZ_2A1Y Opinião em Opinião | "O Cardeal" Nuno Nepomuceno | #lerosnossos https://youtu.be/MOWasZ_2A1Y

  12. 4 out of 5

    Ricarda Rosa

    Opinião em video: https://youtu.be/hBwTizZQfz0 Opinião em video: https://youtu.be/hBwTizZQfz0

  13. 5 out of 5

    Joana Alves | Juca Mindscape

    4,5⭐️

  14. 5 out of 5

    Maria Carmo

    This new thriller is breathtaking, with such a complex plot that keeps going back and forth, not only in time, but also in the different sceneries in which it takes place... The characters are, as usually, larger than life and Joseph Flanagan stands out in a special light, I was left wondering what the next book will be, since Nuno leaves clues as to a change in course... Maria Carmo, Lisbon, 8 February 2021.

  15. 5 out of 5

    Marina Coelho

    Mais um livro incrível como o Nuno já nos habituou. Várias reviravoltas no final, toques de humor geniais e acho que vou ficar a pensar no final durante uns dias, para organizar as ideias...

  16. 5 out of 5

    Liliana Silva

    Opinião no blogue: https://a-lilianaraquel.blogspot.com/... Opinião no blogue: https://a-lilianaraquel.blogspot.com/...

  17. 5 out of 5

    Ricardo Trindade |

    Nuno Nepomuceno presenteou os seus leitores com um novo thriller religioso dentro da série Afonso Catalão que se começou a celebrizar com A Célula Adormecida e continuamente com Pecados Santos, A Última Ceia e A Morte do Papa. Agora chegou a vez do quinto volume chegar junto dos leitores e ao contrário do que havia acontecido anteriormente, senti necessidade de recorrer aos livros anteriores para me situar na continuação da história, para mais com vários nomes e estatutos a surgirem, uns de novo Nuno Nepomuceno presenteou os seus leitores com um novo thriller religioso dentro da série Afonso Catalão que se começou a celebrizar com A Célula Adormecida e continuamente com Pecados Santos, A Última Ceia e A Morte do Papa. Agora chegou a vez do quinto volume chegar junto dos leitores e ao contrário do que havia acontecido anteriormente, senti necessidade de recorrer aos livros anteriores para me situar na continuação da história, para mais com vários nomes e estatutos a surgirem, uns de novo mas com ligações a personagens antigas e outros vindos do passado com alguma história firmada. Assumidamente rendido à escrita de Nuno Nepomuceno desde o primeiro volume desta série e reconhecendo que neste momento o autor anda entre os meus favoritos no que toca a thrillers, O Cardeal trás assim de volta o professor Afonso Catalão ao centro da ação quando é convidado a regressar à Universidade de Cambridge para um novo e curto ciclo de aulas graças aos seus prestigiados contributos enquanto por lá lecionou. Regressando ao local onde já foi feliz e por onde viveu certas situações complicadas, Afonso depara-se de imediato com dois crimes macabros onde se acaba por envolver devido a ligações pessoais desse seu passado. Uma idosa desmembrada e com os seus membros espalhados e desaparecidos pelas margens do rio Cam e a morte de uma criança lançam as suspeitas sobre um famoso autor conhecido do professor e vencedor de grandes prémios literários. Todos acreditam que a culpa destes crimes está em Adam, o escritor, no entanto o professor percebe que as suspeitas gerais podem estar a ser desviadas da realidade por interesses superiores. Ao mesmo tempo que Afonso tem ao seu encargo uma investigação pessoal, também Diana, a sua mulher jornalista freelancer, volta a mexer nos meandros do Vaticano para descobrir os pecados mesmo às portas de mais um conclave e o mistério em torno da morte do Papa Mateus II. Corrupção, homossexualidade, prostituição, homicídio e todo um mundo paralelo a correr em torno da fé, mesmo com os altos cargos da igreja envolvidos num ambiente pecaminoso com contornos bem profundos e que geram rebelião e bastantes guerrilhas internas sobre o real jogo de interesses pelo poder. Quem estará por detrás destes crimes? Onde está o verdadeiro culpado sobre estas mortes que aparentemente não têm ligação entre si? Que conseguem Afonso e Diana descobrir e partilhar entre si para chegarem ao verdadeiro assassino e culpado de todas as situações que têm acontecido ao longo dos últimos anos? Uma dupla investigação sobre o que aconteceu e ao mesmo tempo do que está para surgir e onde todos, até os mais santificados rostos, podem ter pontas soltas neste jogo de omissões sem escrúpulos. Numa obra ficcional inspirada em factos reais de acontecimentos semelhantes aos descritos e transformados para servirem no desenrolar da ação, Nuno Nepomuceno criou em O Cardeal todo o suspense para transformar e dar de novo uma história de leitura compulsiva onde o leitor pretende chegar ao final para descobrir quem é o verdadeiro culpado de todos os acontecimentos inusitados. Afinal de contas, que significados têm os cardeais nesta narrativa que do início ao fim se conseguem apresentar dos dois lados da barricada ao fazerem companhia a Afonso e Diana que separados nas suas procuras acabam sempre por se completar para que possam seguir em frente com descobertas feitas. Um livro a não perder para quem leu os antecessores e já tenha percebido que o mestre do thriller religioso em Portugal não brinca em serviço.

  18. 5 out of 5

    Vasco

    É engraçado como, depois de tantos anos a acompanhar o trabalho do Nuno Nepomuceno, ainda acabo surpreendido com as suas obras, embora saiba que, ao iniciar a leitura de qualquer um dos seus livros, vou encontrar uma narrativa que não deixa espaço para qualquer dúvida sobre a sua qualidade. E com "O Cardeal" não foi diferente. Arrisco-me até a dizer que esta obra deverá ser a melhor do autor. É muito agradável ver como nela se reúnem muitos pedaços dos livros anteriores do autor. A lucidez da escr É engraçado como, depois de tantos anos a acompanhar o trabalho do Nuno Nepomuceno, ainda acabo surpreendido com as suas obras, embora saiba que, ao iniciar a leitura de qualquer um dos seus livros, vou encontrar uma narrativa que não deixa espaço para qualquer dúvida sobre a sua qualidade. E com "O Cardeal" não foi diferente. Arrisco-me até a dizer que esta obra deverá ser a melhor do autor. É muito agradável ver como nela se reúnem muitos pedaços dos livros anteriores do autor. A lucidez da escrita do Nuno Nepomuceno revela a exigente pesquisa que a acompanha. O autor tem sempre o cuidado em manter o leitor informado, seja acerca das situações que envolvem as personagens, seja na contextualização de algo que tenha ocorrido nos livros anteriores (visto que este é o quinto volume da série "Afonso Catalão"). Para mim, essa constante presença de informação, provocou-me uma falsa sensação de controlo. E digo falsa, porquê? Porque quando achamos que já temos informações suficientes, para desvendar o mistério, o Nuno introduz elementos inesperados, remexe na história e tira-nos o chão. Todas as personagens me cativaram, mas o Adam é aquela personagem sisuda, que me agradou (e acredito que também tenha dado muito gozo ao Nuno), pela sua duplicidade. Apesar de ser uma personagem que carrega, grande parte do tempo um dos grandes plots da história (não é spoiler, está na sinopse) é, simultaneamente, um alívio cómico, por ser um autor, que acabou de publicar "A Morte do Papa" (o livro anterior do Nuno), que está a ser extremamente bem recebido pelo público (nem parece que seja apenas ficção). Também me agradou muito toda a relação com o título, a personagem e as flores. Gostava apenas de ter visto um pouco mais da dinâmica familiar do Afonso que, pelo meio do livro, por força da organização da narrativa, acabou por se perder um pouco. Houveram momentos que me atiraram imediatamente para as lembranças de "A Espia do Oriente" pela sua obscuridade e outras para "A Última Ceia" pelo enaltecimento da arte. Ainda assim, resumidamente, o Nuno conseguiu, mais uma vez, fazer com que personagens distintas, convergissem numa narrativa intensa, vertiginosa e diversificada, com um caráter extremamente cinematográfico, nos cenários exuberantes de Cambridge e do Vaticano.

  19. 4 out of 5

    Ana Silva

    'O Cardeal' é o quinto volume da série Afonso Catalão, e, tal como os seus irmãos mais velhos, prende o leitor logo no primeiro capítulo. No entanto, o desenvolvimento da ação pareceu-me ser mais lento do que nos volumes anteriores, mas quando as revelações começam a acontecer... Oh boy! Gostei muito do facto se nos serem apresentados momentos de tensão em diferentes alturas da narrativa, de haver um certo rasto de migalhas que podemos seguir (e, desta vez, acertei em algo!). Mas desengane-se que 'O Cardeal' é o quinto volume da série Afonso Catalão, e, tal como os seus irmãos mais velhos, prende o leitor logo no primeiro capítulo. No entanto, o desenvolvimento da ação pareceu-me ser mais lento do que nos volumes anteriores, mas quando as revelações começam a acontecer... Oh boy! Gostei muito do facto se nos serem apresentados momentos de tensão em diferentes alturas da narrativa, de haver um certo rasto de migalhas que podemos seguir (e, desta vez, acertei em algo!). Mas desengane-se quem acha que é um thriller previsível. Já acompanho o trabalho do autor há uns quantos anos, ainda em plena trilogia Freelancer, e continuo a ser ludibriada em cada livro. Gostei bastante de assistir ao lado mais familiar de Afonso. Vê-lo a apoiar-se na família para superar momentos difíceis tornou-o muito mais humano aos meus olhos. E o facto de termos este lado e não só o Afonso profissional, parece-me uma mais valia para a continuidade desta série, uma vez que temos a presença do senhor professor, mas não anda tudo em volta dele, há outras personagens e linhas narrativas para explorar. Mais uma vez, senti a escrita mais madura, crua, confiante. Adorei que o autor tenha incorporado tanto dos livros anteriores neste quinto volume da série. (Para quem está a chegar agora à festa, é melhor lerem os livros por ordem, mas, no caso de quererem ir diretamente para este livro, o autor tem sempre a preocupação de incluir algum contexto do que aconteceu anteriormente).

  20. 5 out of 5

    Vera

    Quinto livro na série Afonso Catalão. Os livros de Nuno Nepomuceno são para degustar e não consumir rapidamente. Porque eles só melhoram com o tempo. O enredo foi bastante envolvente, estando tudo interligado como sempre. A escrita do autor é irrepreensível e o modo como conta a história é brilhante. Adorei as interacções da família Catalão. Parabéns ao autor que conseguiu interligar tantas histórias verídicas sem tornar o livro confuso. Que venha o próximo!!!

  21. 5 out of 5

    Filipe Bica

    Uau! Principalmente as últimas 100p são angustiantes, não consegui parar até terminar. Sem dúvida mais um excelente livro de Nupomuceno. Uma excelente cadência da história e mistério até à última página. Este novo livro passa-se entre Cambridge, Roma, Vaticano, Lisboa e Amesterdão. Infelizmente ainda não li os 5 livros que compõem a série Afonso Catalão. O ano passado ofereceram-me ‘A Morte do Papa’ e foi o primeiro contacto que tive com o escritor. Gostei bastante do livro e por isso comprei o n Uau! Principalmente as últimas 100p são angustiantes, não consegui parar até terminar. Sem dúvida mais um excelente livro de Nupomuceno. Uma excelente cadência da história e mistério até à última página. Este novo livro passa-se entre Cambridge, Roma, Vaticano, Lisboa e Amesterdão. Infelizmente ainda não li os 5 livros que compõem a série Afonso Catalão. O ano passado ofereceram-me ‘A Morte do Papa’ e foi o primeiro contacto que tive com o escritor. Gostei bastante do livro e por isso comprei o novo. Contudo, fica a promessa de leitura dos primeiros 3 livros da série para um futuro próximo. Além disso, fico em grande expectativa para perceber se a série Afonso Catalão termina por aqui ou virá uma continuação 🤭 quem é este Leopardo?

  22. 4 out of 5

    Apatricia

    “Era difícil distinguir se a mancha carmesim que fora detetada na neve pela rapariga que estava de pé, à entrada da ponte, provinha do amontado de pétalas vermelhas que exigia no cantoneiro de flores de inverno, ou do sangue que tingia o cadáver humano que a polícia acabara de descobrir.” Com este quote logo de arrebatar, trago-vos a minha opinião do livro novo do Nuno Nepomuceno, que é só sensacional. Há uns meses atrás disse-vos que aos poucos o Nuno se estava a tornar dos meus escritores portug “Era difícil distinguir se a mancha carmesim que fora detetada na neve pela rapariga que estava de pé, à entrada da ponte, provinha do amontado de pétalas vermelhas que exigia no cantoneiro de flores de inverno, ou do sangue que tingia o cadáver humano que a polícia acabara de descobrir.” Com este quote logo de arrebatar, trago-vos a minha opinião do livro novo do Nuno Nepomuceno, que é só sensacional. Há uns meses atrás disse-vos que aos poucos o Nuno se estava a tornar dos meus escritores portugueses favoritos, mas acho que se tornou em escritores favoritos, de forma geral. Passando a opiniões concretas adorei a relação com a capa, o título e a história do livro, sem dúvida que o título o Cardeal faz todo o sentido. O Nuno já tem uma escrita incrível, com descrições detalhas, no entanto sem ser maçudas. Este livro traz-nos uma nova intriga, a história do Andy de 6 anos que foi assassinado, de Laura também assinada e toda gente quer incriminar quem? Adam ! Mas o Afonso Catalão e a Diana tem outros planos para essa história ! Temos claro misturado intrigas da igreja, mortes a mistura e descobertas CHOCANTES! Para os que não sabem todos os livros do Nuno são inspirados em crimes reais que são mais tarde passados a criação de ficção, e dá tanta vontade ao fim de ler o livro de pesquisar o que foi real, o que foi ficção e juntar os casos todos! Incrível! Para quem está a ler este livro, escutem também o Podcast,que está disponível tanto no Spotify como em outras plataformas de Podcast, “O Assasino”, depois venham e agradeçam-me 😇 Um conselho para quem vai ler estes livro secalhar começaria pelo primeiro livro da saga, porque embora seja uma história independente, acho que os pontos de ligação cada vez mais são importantes. Falando em pontos negativos? Não tenho nenhum honestamente, foi para começar 2021 da melhor maneira!

  23. 5 out of 5

    Vera Pacheco

    Livro maravilhoso e viciante. Adorei adorei. Para quando o próximo é a questão ☺️

  24. 4 out of 5

    Isabel

    Mais um livro que adorei. Fico à espera do próximo

  25. 5 out of 5

    Odete Silva

    Muito bom!

  26. 5 out of 5

    Claudia Janeiro

    Nuno Nepomuceno mais uma vez não desilude e consegue criar um thriller viciante, que nos agarra nas primeiras páginas e é cheio de voltas e reviravoltas até ao final! Portanto, é bom que se esteja atento durante a leitura. Nem sempre estive 100% concentrada e, por vezes, tive de voltar atrás para perceber algo, apesar do excelente enquadramento de tempo/espaço no início de cada capítulo. A escrita é mais uma vez muito fluída, mas bastante elegante, inegavelmente o cunho pessoal de Nuno Nepomuceno. Nuno Nepomuceno mais uma vez não desilude e consegue criar um thriller viciante, que nos agarra nas primeiras páginas e é cheio de voltas e reviravoltas até ao final! Portanto, é bom que se esteja atento durante a leitura. Nem sempre estive 100% concentrada e, por vezes, tive de voltar atrás para perceber algo, apesar do excelente enquadramento de tempo/espaço no início de cada capítulo. A escrita é mais uma vez muito fluída, mas bastante elegante, inegavelmente o cunho pessoal de Nuno Nepomuceno. O enredo está bem construído e conclui bem, o que torna a leitura muito agradável e algo vertiginosa, porque vamos tendo aquele desvendar constante de camada debaixo de camada. Contudo, dei a este livro 4 estrelas pelo seguinte: achei o tema principal demasiado parecido com o tema central do livro anterior e, portanto, a história acabou por ter uma ou outra vertente diferente e original, mas senti o livro demasiado agarrado à narrativa anterior, até ao nível de algumas personagens que conhecemos antes que voltam a surgir neste livro. Surgindo mesmo uma personagem inesperada, da qual não gostei particularmente, de um outro volume e confesso que senti como algo forçado a sua ligação com esta história. Se calhar fui eu que não percebi que este livro era uma espécie de continuação do anterior e esperava uma história mais fora da caixa.  Portanto, tudo aquilo fez sentido e foi uma excelente leitura, mas gostava que a história construída tivesse sido mais desapegada do volume anterior e com personagens novos, ainda que no centro tivéssemos o professor Catalão. Mas desconfio que o próximo volume ainda venha a ser uma continuação desta história, tendo em conta o final. De qualquer modo, é um livro que recomendo e é um autor português que é uma simpatia de moço e merece ser descoberto, se ainda não o leram!

  27. 5 out of 5

    Daniela Maciel

    As últimas páginas são intensas, completamente arrebatadoras, com surpresas atrás de surpresas. Quando eu achava que estaria prestes a desvendar o mistério, o autor introduzia novos elementos que me deixavam boquiaberta. Foi uma teia mirabolante de revelações! O autor deixou-me sem palavras, tirou-me o chão por diversas vezes naquelas derradeiras páginas e não tive dúvidas de que este livro merecia as 5 estrelas! Opinião completa: https://quandoseabreumlivro.blogspot.... As últimas páginas são intensas, completamente arrebatadoras, com surpresas atrás de surpresas. Quando eu achava que estaria prestes a desvendar o mistério, o autor introduzia novos elementos que me deixavam boquiaberta. Foi uma teia mirabolante de revelações! O autor deixou-me sem palavras, tirou-me o chão por diversas vezes naquelas derradeiras páginas e não tive dúvidas de que este livro merecia as 5 estrelas! Opinião completa: https://quandoseabreumlivro.blogspot....

  28. 5 out of 5

    Cátia

    Ficou uma situação em aberto🤔 Narrativa densa e intensa com conteúdo enigmático e personagens fortes que aparentemente não se ligam. Diria "o mundo é pequeno" ! Ficou uma situação em aberto🤔 Narrativa densa e intensa com conteúdo enigmático e personagens fortes que aparentemente não se ligam. Diria "o mundo é pequeno" !

  29. 4 out of 5

    Paula Ribeiro

    Um livro com um ritmo trepidante, que não conseguimos parar de ler.

  30. 5 out of 5

    Livros de Vidro

    Tenho acompanhado o Nuno desde que editou o primeiro livro, "O espião português", e tenho lido todos os seus livros desde aí. Nesta medida, tenho acompanhado a evolução do Nuno, tanto ao nível da sua escrita, como das histórias que tem criado. É inegável que o Nuno sabe escrever e que é dos escritores portugueses de quem mais gosto. Sabe prender-nos às tramas que desenvolve, construindo-as com mestria, dando-nos uma narrativa fluida e dinâmica em todos os seus livros. Uma das coisas que apreciei Tenho acompanhado o Nuno desde que editou o primeiro livro, "O espião português", e tenho lido todos os seus livros desde aí. Nesta medida, tenho acompanhado a evolução do Nuno, tanto ao nível da sua escrita, como das histórias que tem criado. É inegável que o Nuno sabe escrever e que é dos escritores portugueses de quem mais gosto. Sabe prender-nos às tramas que desenvolve, construindo-as com mestria, dando-nos uma narrativa fluida e dinâmica em todos os seus livros. Uma das coisas que apreciei na personagem de Afonso Catalão desde o início, e nas histórias à sua volta, foi a envolvência que o Nuno lhe dava com o Islão e a cultura muçulmana, algo que, quanto a mim, infelizmente se... continuação e classificação em: https://livrosdevidro.blogs.sapo.pt/o...

Add a review

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Loading...
We use cookies to give you the best online experience. By using our website you agree to our use of cookies in accordance with our cookie policy.